Em Mateus 22:24, encontramos um fariseu muito educado na lei tentando fazer com que Jesus fosse incoerente com suas palavras, através da pergunta “qual é o maior mandamento da lei?”. Qualquer judeu saberia responder a isso, que era a sua identidade: Deuteronômio 6.5 diz “Ame o Senhor, o seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todas as suas forças”. Esse é o primeiro grande mandamento.

Em João 13.34, lemos sobre o novo mandamento: “Um novo mandamento lhes dou: Amem-se uns aos outros. Como eu vos amei, vocês devem amar-se uns aos outros”. Aqui, vemos que é preciso amar as pessoas, até quem consideramos inimigos, como Jesus falou em Mateus 5.44-46. Todos temos dificuldades com o próximo e muitas vezes deixamos de amá-lo, mas Jesus nos ensina a amar a todos, assim como Ele nos amou.

Para que possamos seguir esse mandamento, precisamos ir além da nossa convivência cristã e da mesma forma que Jesus em Lucas 19, que alcançou o publicano, alcançar o pecador lá fora, de acordo com a grande comissão, em Mateus 28.

Sabemos que não conseguimos realizar essa tarefa sós, precisamos do Espírito Santo, do seu fruto, que é amor e todas as coisas que vem em decorrência, de acordo com Gálatas 5.22,23.

Quantas vezes paramos para falar com pessoas que moram ao nosso lado? Você sabe o nome delas? Precisamos todos os dias, antes de sair, pedir ao Espirito Santo que nos encha de seus frutos. Você tem, através do Espírito, o maior fruto de todos, que é o amor. Temos que ir para fora, mesmo que as pessoas pensem que estamos loucos e dizer que amamos e a razão pela qual amamos. Devemos mostrar ao mundo lá fora e viver a grande comissão, que é levar o amor de Deus através do evangelho.

Palavra compartilhada pelo pastor Jorge Bustamante, no culto do dia  04/08/2015